Finanças

Como saber quanto vou pagar de IRS?

Written by A Carteira

Como saber quanto pagar de IRS?

Começa a chegar a altura do ano em que o tema IRS ocupa parte das nossas preocupações. Queremos saber quais os prazos para entregar a declaração, se temos, ou não de submeter IRS, se vale a pena fazer a declaração em conjunto ou separado e, sobretudo, a grande questão é: vamos, ou não, ter de pagar IRS.

Rendimento tributado

Muitos portugueses pensam que o valor sobre o qual vamos pagar imposto é o nosso rendimento bruto, mas não é verdade. O Rendimento coletável é diferente do rendimento bruto.

O escalão de IRS que vai ser aplicado é apurado a partir do nosso rendimento bruto, depois de retirada as deduções específicas. Além dos descontos para a segurança social há outros benefícios que diminuem a matéria coletável. Estas deduções são de diferente ordem:

  • Despesas Gerais e Familiares;
  • Despesas de saúde, habitação, educação e lares
  • Deduções com IVA de determinados produtos

Também por este benefício é muito importante pedir sempre as faturas com o número de contribuinte e ir garantindo que no portal do e-faturas está tudo atualizado.

Só depois desta operação é que podemos chegar ao Rendimento que será tributado com a percentagem de IRS aplicada àquele escalão.

Retenção na Fonte

Ao longo do ano, a entidade patronal vai fazendo uma antecipação do imposto que temos a pagar, nomeadamente através da aplicação da Retenção na Fonte (isto para os trabalhadores dependentes. Quem está a Recibos Verdes tem outras regras para a retenção na fonte).

A taxa mensal de retenção na fonte que a entidade patronal aplica, varia conforme os rendimentos do corrente mês e tem em conta as informações que foram prestadas ao Departamento de Recursos Humanos da empresa relativamente ao número de dependentes e ao número de titulares de IRS em casa (não casado, casado 1 titular ou casado 2 titulares).

Quando chega a altura de apurar o IRS, ao imposto que resulta a pagar após os cálculos explicados no ponto acima (rendimento tributado) é feita a compensação com o valor que já foi retido ao longo dos meses de trabalho do ano a que se aplica o IRS. Se este valor de imposto a pagar for maior que o valor retido, então teremos IRS a pagar. Caso contrário, isto é, se a retenção tiver sido maior que o imposto que resulta do Rendimento coletável, então vamos ter direito ao Reembolso de IRS.

Sobre o autor

A Carteira

Deixe o seu comentário: